Boletim Turismo 15-12-19

Proyecto CRECEER

Este boletim emite-se de forma periódica no marco do projecto CRECEER, e nele se analisam oportunidades tecnológicas e comerciais que podem contribuir ao desenvolvimento do turismo rural em nossas zonas rurais.

O projecto CRECEER está cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do Programa Interreg V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.

 

TURISMO RURAL
O Parque Multiaventura de Almanza (León) contará com 15 novos reptos
O complexo de lazer, toda uma novidade na Província de León e que está a ter um grande sucesso no município dentro do lugar conhecido como ‘O Peñón’, já está com as obras da segunda fase que permitirá ampliar os reptos e os circuitos para o desfrute de vizinhos e visitantes. Desta forma, estão a instalar-se um total de 15 novos reptos que se somam aos 22 com os que conta a zona de aventura, o que permitirá dar uma cobertura mais importante para desfrutar do lazer nesta zona rodeada de natureza. Este tipo de instalações, susceptíveis de atrair visitantes a zonas rurais, constituem um excelente complemento para os estabelecimentos de turismo rural localizados na zona, os quais devem se esforçar por oferecer uma oferta complementar.
Um 86% de espanhóis viajará este inverno, segundo TripAdvisor
Um 86% dos espanhóis viajará durante este inverno e a grande maioria deles repartirá suas escapadas entre fins de semana (37%) e a ponte de dezembro (22%), segundo os resultados do estudo ‘Tendências de Viagem de Inverno 2019-2020’ realizado pelo site de viagens TripAdvisor.
Por que é importante o storytelling na indústria hoteleira?
Por qué devemos usar a criatividade e o storytelling dentro do sistema de gestão hoteleira? Sem dúvida, é uma grande oportunidade de crescimento para todos aqueles estabelecimentos hoteleiros que queiram diferenciar da concorrência e ligar de uma maneira diferente à tradicional com os utentes, de chegar a seu coração e lhes fazer sentir emoções. Praticar ambas em conjunto, resulta um instrumento muito potente de comunicação hoteleira e por tanto turística. Só se trata de dar um passo mais; pensar na experiência de cliente, antecipar às sensações que viverão uma vez cheguem ao hotel, e fazer que desfrutem de sua estadia e que a comuniquem ao resto do mundo.
Radiografia do marketing digital em alojamentos turísticos de Cataluña
Os hotéis, aparthoteis, pensões, campings e casas de turismo rural de Cataluña apresentam “carências na credibilidade e a gestão dos preços em seus lugares site”, segundo aponta um relatório sobre o uso do marketing digital no sector do alojamento turístico catalão. O estudo mostra uma “margem de melhora em questões como a atenção ao utente em tempo real, a incorporação de motores de reserva ou a segurança de seus sites”. Os autores do estudo aconselham, entre outras medidas, a “necessidade de introduzir um motor de reserva na página site, manter o preço anunciado durante o processo de compra, melhorar o posicionamento SEO, aproveitar o potencial de incluir entradas das plataformas de opiniões ou introduzir imagens de qualidade”.

Caem um 7% as estadias em apartamentos e quase o 9% em turismo rural

As dormidas em alojamentos de turismo rural apresentam um descenso anual de 8,8% em outubro. As de residentes baixam um 10,7% e as de não residentes um 4,4%. Nos alojamentos de turismo rural ocupam-se o 15,6% das praças em outubro, um 11,5% menos que no mesmo mês de 2018. O grau de ocupação em fim de semana situa-se no 33,8%, com uma diminuição de 12,5%.
Realidade virtual: a aplicação das novas tecnologias no turismo
A realidade virtual está a revolucionar o mundo do turismo. Em Málaga, uma empresa utente de Andalucia Lab e seu serviço de aceleração turística Voilà Málaga, têm apostado por esta experiência inovadora. Parece que a tecnologia tem vindo para ficar, também no sector turístico.
DEBATES
Subvenções para o financiamento de projetos destinados a promover a inovação cofinanciados pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER)

Podem candidatar freelancers e PME que tenham a sua sede social ou pelo menos um centro de trabalho em Castilla y León. Comunidades de propriedade, sociedades civis, fundações e associações sem fins lucrativos são excluídas.

O beneficiário deve apresentar o pedido de subvenção antes de iniciar o trabalho no projeto.

Os projectos elegíveis consistiriam na prestação de serviços avançados de aconselhamento e assistência técnica destinados a: protecção dos direitos de propriedade industrial, acesso a deduções fiscais para o desempenho de actividades de investigação e desenvolvimento (I&D) e de inovação tecnológica (TI), assessorando a empresa na inovação, a fim de implementar nela um sistema de eficiência produtiva e/ou melhoria organizacional, e assessoria à empresa em inovação em seus processos de gestão e organização através da implementação do soluções de computação em nuvem.

A concessão das subvenções será realizada em sistema licitatório não competitivo de acordo com sua ordem de apresentação, conforme art. 34 da Lei 13/2005, de 27 de dezembro, e se a documentação está completa e levando em conta a disponibilidade orçamentária.

A ajuda consistirá numa subvenção não reembolsável, que será determinada como uma percentagem fixa de 65% a aplicar ao custo elegível, que poderá atingir 75%, dependendo da localização do projeto.

As candidaturas podem ser apresentadas até à publicação do convite para substituir o presente ou a publicação do fechamento do mesmo.

As condições acima são um resumo não exaustivo de natureza consultiva. Para maior precisão, consulte as informações e documentação disponíveis neste link

SERVIÇO DE VIGILÂNCIA COMPETITIVA

Pode visualizar boletins anteriores fazendo clique AQUI

Para mais informação sobre o projecto CRECEER visite nosso site http://www.creceer.org/pt/inicio-2/

Proyecto CRECEER

Se deseja não receber mais boletins, envie um correio à direcção info@creceer.org com o assunto “BAIXA BOLETIM”.